Dicas
Projetos de carreira no exterior

Como funciona o câmbio na Nova Zelândia: Dicas para estudantes de intercâmbio

escrito por
Natasha D`Angelo
28/2/2024
Leia em
5 min
Compartilhe essa dica

Vamos explorar a moeda local, discutir o que você precisa saber sobre os custos de vida e o salário mínimo no país, para que você possa planejar seus gastos. Então, se você está pensando em estudar e trabalhar na Nova Zelândia, continue lendo para aprender mais e se preparar para essa experiência de vida incrível.

Entendendo a moeda local

A moeda oficial da Nova Zelândia é o dólar neozelandês (NZD$), utilizado em todo o país para todas as transações comerciais. Essa moeda é bastante dinâmica em relação a outras moedas internacionais, e sua taxa de câmbio pode variar de acordo com diversos fatores econômicos globais. Portanto, é sempre importante conferir a taxa atual antes de realizar qualquer transação.

Comparando com outras moedas, o dólar neozelandês geralmente se encontra em uma posição intermediária. Não é tão alto quanto o euro ou a libra, mas normalmente supera moedas de países emergentes, como o real brasileiro.

Ao Estudar e Trabalhar na Nova Zelândia, você encontrará moedas de 10, 20 e 50 centavos, além de notas coloridas nos valores de $5, $10, $20, $50 e $100 dólares. As moedas têm designs únicos, representando a rica fauna e flora do país. Já as notas são feitas de um plástico especial que as torna duráveis e difíceis de rasgar.

Gastos básicos na Nova Zelândia

Os custos de vida na Nova Zelândia podem variar significativamente com base em uma série de fatores, incluindo a cidade ou região em que você escolhe viver. No entanto, aqui estão algumas médias gerais para dar uma ideia do que você pode esperar:

Acomodação

  • Aluguel para uma casa pequena (1 a 2 quartos): A partir de NZ$390 por semana.
  • Aluguel para uma casa de tamanho médio (2 a 4 quartos): Cerca de NZ$525 por semana.
  • Em grandes centros, como Auckland, o valor médio para uma casa de 3-4 quartos é de NZ$800.

Alimentação

  • Big Mac do McDonald’s: NZ$8.70.
  • Sanduíche em um café: Entre NZ$5 e NZ$10.
  • Refeições principais em restaurantes casuais: NZ$20 a NZ$35.
  • Uma grande xícara de café: NZ$5 a NZ$6.
  • Lata de refrigerante: NZ$3 a NZ$5.
  • Pint de cerveja: NZ$10 a NZ$16.
  • Taça de vinho: NZ$10 a NZ$16.

Lembre-se, esses são apenas preços médios e os custos reais podem variar dependendo de suas próprias escolhas de estilo de vida e a região onde você decide morar e estudar. Faça sua pesquisa e planeje seu orçamento de acordo, para garantir que você possa aproveitar ao máximo sua experiência de intercâmbio na Nova Zelândia.

Salário mínimo

Se você planeja estudar e trabalhar na Nova Zelândia, é importante entender o salário mínimo e as horas de trabalho permitidas para estudantes internacionais. Atualmente, o salário mínimo é de NZ$ 22,70 por hora, este valor é reajustado anualmente pelo Governo Neozelandês. Isso significa que mesmo com um trabalho de meio período, você pode ajudar a suprir suas despesas básicas e ainda ter algum dinheiro extra para explorar este belo país.

É permitido que estudantes internacionais trabalhem até 20 horas por semana durante o período letivo e em tempo integral durante as férias. Isso proporciona uma ótima oportunidade para ganhar experiência no mercado de trabalho da Nova Zelândia, aprimorar suas habilidades em inglês e fazer novos amigos. Lembre-se, a Nova Zelândia valoriza o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal, então certifique-se de aproveitar seu tempo livre para explorar tudo o que este incrível país tem a oferecer!

Be Easy

Pronto para embarcar nessa jornada incrível para estudar e trabalhar na Nova Zelândia? Lembre-se, o planejamento é a chave para uma experiência de intercâmbio bem-sucedida e livre de estresse. Na Be Easy, estamos aqui para ajudar você a cada passo do caminho, para mais informações, conselhos de especialistas e suporte personalizado. Estamos ansiosos para ajudá-lo a descobrir todas as maravilhas que a Nova Zelândia tem a oferecer. Entre em contato conosco hoje mesmo!

Compartilhe essa dica
Natasha D`Angelo
Founder e CEO, Be Easy
Bem-vindo à Be Easy!

Pronto para desbloquear seu potencial global? Trabalhamos para tornar essa experiência simples, completa e acessível para você. Vamos conversar!

Fale conosco